A arte do gongo em Meditação de Kundalini Yoga

31 de janeiro de 2020 gongokundalini yogameditação

O instrumento mais sublime para um yogi é o Gongo. 

Este serve como uma ferramenta de cura para o sistema nervoso e como um caldeirão em que você pode criar uma mistura alquímica de qualidades para abrir e desenvolver seu eu interior. 

O som do gongo cria um relaxamento profundo, alivia a mente da torrente de pensamentos e estimula o sistema glandular. 

Imagine o gongo como o sol. É um símbolo do espírito. Representa a quietude inicial e o potencial da criação. As vibrações produzidas são a vida atual de todas as formas, seres e pensamentos que existem ou podem existir. Como uma única batida, o gongo irradia vida através de um espectro de frequências. Com um pulso rítmico esse mundo é mantido e transformado como uma infatigável criatividade. 

O gongo também é uma representação completa do mundo sutil. O sol, ou centro, é a energia do fogo da consciência. 

Quando perguntado para explicar sobre o uso e efeitos da meditação com o gongo, Yogi Bhajan respondeu: 

“O gongo é muito simples. É um sistema inter-vibratório. É o som da própria criatividade. O gongo não é nada mais nada menos. Aquele que toca o gongo toca o Universo. O gongo não é uma coisa ordinária de se tocar. Dele vem toda a música, todos os sons, e todas as palavras. O som do gongo é o núcleo da palavra.” 

O gongo também impacta o corpo e os meridianos. Libera bloqueios, reduz a tensão e estimula a circulação. O resultado disso é uma reorganização da energia emocional e dos sentimentos que estavam amarrados na estrutura física do corpo.  

Nós mantemos atitudes com relação a nós mesmo e com nossos corpos. Essas atitudes são recordadas pela nossa postura física habitual. Se a energia ou a postura muda, existe frequentemente um intenso fluxo emocional disponível no corpo. Durante a meditação ou relaxamento com o gongo algumas pessoas podem chorar, sentir-se leve ou gargalhar incontrolavelmente. 

O gongo muda os sentimentos que estão bloqueados cortando os pensamentos e sustentando e recriando esses sentimentos. Enquanto a pessoa vai voltando ao seu estado normal, el@ percebe uma grande diferença entre o atual sentimentos físicos e os que el@ costumava sentir. Isso pode variar entre ser assustador, estimulante, excitante ou agradável. Isso depende de cada pessoa. 

No Samadhi Yoga Centro temos sessões mensais em grupo, e também disponibilizamos sessões individual. Informe-se conosco e venha experimentar!

 

Tradução e adaptação parcial do manual : The Art of the Gong in Kundalini Yoga Meditation do Yogi Bhajan compilado pelo Gurucharam Singh Khalsa e traduzido por Guru Kirtan Kaur

Por Guru Kirtan Kaur/ Juliana M. Vaz
Voltar