Kundalini Yoga como uma terapia complementar para o TOC

No dia 23/01 defendi a tese de mestrado com o título “Kundalini Yoga como uma terapia complementar para o Transtorno Obsessivo-Compulsivo: um ensaio clínico aberto piloto” na UFCSPA (Universidade de Ciências da Saúde de Porto Alegre) programa de Pós-Graduacão em Psicologia e Saúde, com a orientação do prof. Dr. Ygor Ferrão.

Esse trabalho avaliou o efeito do Kundalini Yoga como tratamento complementar em pessoas com o diagnóstico de Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC). Os resultados dessa pesquisa demonstrou e reiterou o que outros autores vem apontando sobre a utilização das práticas de Kundalini Yoga.

Para tal foram avaliadas 14 pessoas com idades entre 18 e 65 anos com o diagnóstico de TOC de acordo com os critérios do DSM 5.

Para avaliação dos objetivos específicos do estudo foram utilizados os seguintes instrumentos: entrevista clínica; escala dimensional para avaliação da presença e gravidade dos sintomas do TOC (DYBOCS); os inventários Beck de Depressão e Ansiedade para averiguar a presença e os níveis dos sintomas; escala de esperança e de qualidade de vida.

Os testes foram aplicados antes e depois da intervenção que durou 3 meses, 2 encontros semanais com duração de 90 minutos cada. O protocolo de técnicas utilizado nesse ensaio clínico já foi publicada e aplicada em dois estudos nos USA(1,2).

Dos resultados avaliamos uma melhora significativa (46%) na gravidade do TOC, especialmente na redução dos sintomas de conteúdo sexual/religioso (54%) e de contaminação (33%). Não foi observado mudança nos sintomas da depressão, mas os sintomas de ansiedade melhoraram em quase 48%. Todos os aspectos da qualidade de vida (física, psicológica, social e ambiental) melhoraram (respectivamente 9,7%, 11,7%, 12.6%, 17,2% e 4,8%). A esperança disposicional também aumentou significativamente (p=0,03).

Desta forma, o estudo demonstrou a utilidade das práticas de Kundalini Yoga como forma de complementar os tratamentos existentes para o TOC e Transtornos de Ansiedade, melhorar a qualidade de vida e aumentar o nível de esperança. Além de aliviar os sintomas nosso estudo apontou para a utilização do Kundalini Yoga como prevenção e promoção de saúde. 

 Referências:

(1)  Clinical case report: efficacy of yogic techniques in the treatment of obsessive- compulsive disorders.

Shannahoff-Khalsa DS, Beckett LR

The International Journal of Neuroscience 1996; 85(1-2):1-17.

(2)  Randomized controlled trial of yogic meditation techniques for patients with obessive-compulsive disorder.

Shannahoff-Khalsa DS, Ray LE, Levine S, Gallec CC, Schwartz BJ, Sidorowich JJ.

CNS Spectrum 1999; 4(12):34-47.

 

Juliana Vaz / Guru Kirtan Kaur - Psicóloga, agora mestre em Psicologia e Saúde e Professora de Kundalini Yoga no Samádhi. 

contato@kundalini.pro.br

Por Guru Kirtan Kaur / Juliana M. Vaz
Voltar